Como escolher a caixa do seu PC

Como escolher a caixa do seu PC

No Brasil, ao construir nosso computador, sempre olhamos para componentes como placas de vídeo, discos rígidos ou memórias RAM. Porém, para que tudo fique organizado e arrumado para o nosso conforto, precisamos de uma boa caixa. Ajudamos você a escolhê-lo da melhor maneira.

O tamanho

A primeira coisa que temos que levar em conta na hora de analisar a futura caixa que sairemos para comprar nas lojas do Brasil é o seu formato. Nesse sentido, devemos pensar no que vamos usar nosso PC para: jogos, design, trabalho. Para cada uma dessas necessidades teremos que escolher um formato.

Se o que vamos colocar no interior são componentes grandes ou precisamos de espaço com muita refrigeração, devemos optar por uma torre grande. Se a nossa ideia é ter um computador acima do básico mas não temos que incorporar mais do que boas placas gráficas, o ideal é escolher uma torre média. Se simplesmente tivermos que usar nosso PC para tarefas diárias, podemos selecionar uma minitorre que cumpra perfeitamente sua missão.

Refrigeração

O sistema pelo qual o gabinete irá incorporar ar frio para baixar a temperatura dos componentes é fundamental quando vamos às compras.

O primeiro sistema é o sistema atmosférico cuja dinâmica consiste em tirar o ar frio do exterior, passá-lo para dentro para baixar a temperatura e depois expulsá-lo da caixa. Este sistema é suficiente para tarefas básicas e de média complexidade. Existem ventiladores maiores ou blocos de vários ventiladores para escolher.

Se o seu objetivo é ter um computador que execute tarefas que consomem muita energia, você certamente precisará de um sistema de refrigeração mais alto. Para esses casos, recomenda-se escolher o resfriamento líquido que permite baixar a temperatura de forma eficiente, mas requer mais espaço.

Potência e conectividade

Outros aspectos a serem considerados são o local e o espaço para a fonte de alimentação (o elemento chave dentro da caixa). Se for no chão, muito melhor. No Brasil usamos muitos componentes extras, então devemos ver se a caixa tem portas de conexão suficientes para que não tenhamos problemas depois.

Acabamentos e detalhes estéticos

Quando formos à loja em qualquer lugar do Brasil levaremos o produto que mais gostamos. No entanto, é bom observar os acabamentos das caixas para saber se teremos que passar o tempo todo limpando-os ou há risco de quebra. Verifique se eles contêm elementos plásticos que podem quebrar e se há rachaduras suficientes para a circulação de poeira e ar. Então você pode optar por armários com luzes embutidas, estilos mais clássicos ou mais modernos ao seu gosto.